Buscar
  • José Marques

Max Russi e prefeito apresentam projeto e governo garante investimento em Hospital de Barra do Garça

Valores poderão superar R$ 7 milhões e serão investidos na ampliação e reforma do complexo hospitalar, que atende 33 municípios de Mato Grosso.


O governador Mauro Mendes assegurou dar sequência ao estudo técnico da liberação de recursos para a reforma e ampliação do Hospital “Milton Pessoa Morbek”, de Barra do Garças. O deputado Max Russi acompanhou o prefeito Roberto Farias na entrega do projeto ao Executivo, nesta terça-feira (17), no Palácio Paiaguás.


Russi está otimista quanto às tratativas e adianta que um dos principais objetivos é a construção de mais leitos de unidade de terapia intensiva (UTI). O investimento poderá superar os R$ 7 milhões.


“Toda obra de saúde é importante e Barra do Garças não pode ser esquecida. O governador fez o compromisso de estar, nos próximos meses, assinando esse convênio, liberando esses recursos, para que assim possamos dar início a essa bela obra”, comemorou.


O parlamentar lembra ainda que Barra do Garças é uma cidade pólo, de uma das principais regiões do Araguaia. Para Max, a efetivação dessas obras vai levar benefício aos que mais utilizam da Saúde Público, principalmente pacientes das cidades mais próximas.



“É um ganho muito grande, pois Barra é uma cidade que lidera toda a região. Uma cidade pólo, que precisa do apoio do governo do estado. Aquilo que a gente começou lá atrás, o sonho do prefeito Roberto Farias, a gente vê se tornando realidade”, complementou.



O prefeito Roberto Farias lembra também que a reforma é o complemento dos investimentos que foram feitos em equipamentos pela prefeitura nos últimos sete anos e dois meses. Farias revela que a unidade foi equipada com mais de 10 leitos de UTIs, além de diversos aparelhamentos.


No início do ano passado, Roberto Farias e Max já haviam se reunido com Mauro Mendes, no intuito de apresentar as dificuldades que o município vinha enfrentando para custear as despesas de média e alta complexidade do hospital e garantir o atendimento médico-hospitalar aos pacientes de 40 municípios de Mato Grosso e Goiás, Os valores, referentes aos repasses estaduais, foram regularizados após a cobrança.

0 visualização